Mecânica
   Cinemática
   Dinâmica
   Mais [+]
 Termologia
   Termometria
   Calorimetria
   Mais [+]
 Óptica
   Fundamentos
   Reflexão da luz
   Mais [+]
 Ondulatória
   MHS
   Ondas
   Mais [+]
 Eletromagnetismo
   Eletrostática
   Eletrodinâmica
   Mais [+]
 História da Física
 Biografias de Físicos

 Jogos On-line
 Exercícios Resolvidos
 Provas de Vestibular
 Simulados On-line

 Laifis de Física
 Área dos Professores
 Fórum de Discussão
 Fórmulas e Dicas
 Softwares de Física
 Dicionário de Física
 Vídeos
 Simulações

 Física no Cotidiano
 Curiosidades
 O Que o Físico Faz?
 Indicação de Livros
 Fale Conosco

 
Busca Geral

 

O QUE O FÍSICO FAZ?

Até o momento, a profissão de físico não é regulamentada no Brasil, embora haja um projeto para que tal regulamentação aconteça em breve. Assim, quem completa a graduação em física recebe o grau de bacharel ou licenciado em física.

O licenciado em física pode lecionar em escolas, no ensino médio, já que no Brasil esta disciplina começa a ser vista apenas neste nível. Também pode fazer pesquisas na área de educação. O mercado atual carece muito destes profissionais, por isto sua absorção no mercado de trabalho é praticamente imediata, acontecendo em muitos casos até antes da conclusão do curso.

Ao bacharel em física cabe a promissora parte de pesquisa e atuação como professor universitário.

Há investimento constante na área de pesquisa, já que a tecnologia avança sobre diversas fronteiras que antes eram consideradas inalcançáveis, desde a transmissão de dados até a aerodinâmica dos corpos. Cabe aos físicos desenvolver componentes que possam melhorar as tecnologias já conhecidas e criar ferramentas que contribuam para o desenvolvimento de novos equipamentos.

Como professor universitário, o físico normalmente tem um horário determinado para a sala de aula e liberdade para criar e participar de grupos de pesquisas em diversos assuntos.

Algumas das áreas de atuação de um físico são:

  • Física médica: ramo que atua na melhoria e criação de equipamentos hospitalares;
  • Física de partículas: ramo que procura conhecer os constituintes fundamentais de toda a matéria presente no Universo, estes pesquisadores são os desenvolvedores do polêmico LHC (Grande Colisor de Hádrons);
  • Física nuclear: ramo responsável pelo estudo da matéria em nível nuclear. Estudam fenômenos como a radioatividade, fusão nuclear, fissão nuclear, entre outros. Um de seus focos é a busca pela obtenção de energia, sem o uso de recursos finitos, como o petróleo, por exemplo;
  • Física de plasmas: ramo que desenvolve estudos com matéria no estado de plasma. Tratam questões como confinamento, propriedades de transporte, instabilidade, caos, entre outras;
  • Astrofísica: ramo que estuda os planetas, estrelas, galáxias e demais objetos em grandes escalas, procura saber, entre outras coisas, o início e o destino do Universo;
  • Biofísica: ramo que busca a ligação entre os fenômenos biológicos e físicos, estudando aspectos elétricos, gravitacionais, magnéticos, nucleares fundamentados em fenômenos biológicos;
  • Entre muitas outras.

Além disso, outros mercados têm grande aceitação de físicos, por apreciar sua capacidade de analisar e resolver problemas, sendo um exemplo o mercado financeiro.

Para as pessoas que desejam seguir carreira na física, recomenda-se conhecimento de língua inglesa. Este é quase um pré-requisito, já que desde a graduação a maior parte doa bibliografia utilizada é estrangeira, além de que os trabalhos publicados, como artigos, normalmente são escritos em inglês.
 

Curta nossa página
nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

Sobre nós | Política de privacidade | Contrato do Usuário | Anuncie | Fale conosco

Copyright © 2008-2014 Só Física. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Grupo Virtuous.