Você está em Óptica > Lentes esféricas

Lentes esféricas (continuação)

Lente bicôncava

É côncava em ambas as faces e tem a periferia mais espessa que a região central. Observe na figura abaixo os seus elementos, que são:

Lente plano-côncava

É plana em uma das faces e côncava em outra, tem a perferia mais espessa que a região central, seus elementos são:

Lente convexo-côncava

Tem uma de suas faces convexa e outra côncava, tem a periferia mais espessa que a região central. Seus elementos são:

Nomenclatura das lentes

Para seguir um padrão na nomenclatura das lentes, é convencionado usar como primeiro nome o da face de maior raio de curvatura seguido do menor raio, já que a mesma lente pode ter um lado côncavo e outro convexo.

Comportamento óptico

Quanto ao comportamento de um feixe de luz ao ser incidido sobre uma lente, podemos caracterízá-las como divergentes ou convergentes, dependendo principalmente dos índices de refração da lente e do meio. O estudo das lentes convergentes e divergentes será visto nas duas próximas seções.

Centro óptico

Para um estudo fundamental de lentes consideremos que as lentes apresentadas tenham espessura desprezível em comparação ao raio de curvatura, neste caso, ao se representar uma lente podemos usar apenas uma linha perpendicular ao eixo principal apresentando nas pontas do segmento o comportamento da lente. O ponto onde a representação da lente cruza o eixo principal é chamado de centro óptico da lente (O).

A representação usada paras as lentes é:

  • Para lentes convergentes:

  • Para lentes divergentes:

Como referenciar: "Lentes esféricas (continuação)" em Só Física. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2018. Consultado em 24/05/2018 às 11:06. Disponível na Internet em http://www.sofisica.com.br/conteudos/Otica/Lentesesfericas/lentesesfericas2.php